A reunião de prestação de contas da Reitoria Itinerante aconteceu no Ifes – Campus Piúma no dia 25 de setembro. A equipe da reitoria se reuniu no auditório do campus com servidores e estudantes para apresentar o andamento e os resultados alcançados com relação às demandas indicadas nas etapas de levantamento de pautas e de pactuação de encaminhamentos, ocorridas em 2018.

A construção de um novo laboratório de pesca, solicitada pelos estudantes, está prevista no planejamento de expansão do campus, que deve acontecer após a retirada da estação elevatória de esgoto da companhia estadual de saneamento que hoje ocupa parte do campus. Essa mudança também vai contemplar a necessidade de novos espaços físicos, requerida como item de pauta dos servidores. A reitoria está articulando junto à empresa e ao poder público municipal a transferência da estação.

Contribuindo com a demanda dos estudantes, alguns laboratórios, incluindo o de pesca, recebeu equipamentos adquiridos por recursos de emenda parlamentar individual conquistada pelo campus. E para os novos espaços físicos, o campus já abriu um processo para a contratação de projeto de construção de estruturas modulares, com prazo de conclusão mais ágil, para uma nova portaria e um almoxarifado, com a perspectiva de também acrescentar mais um andar no prédio administrativo.

A reforma do barco foi remanejada, após avaliação das áreas de gestão e ensino, definindo que a aquisição de um barco escola atenderá melhor à necessidade do campus. Para isso, está sendo feito o levantamento de todas as necessidade envolvidas, tais como a construção de uma marina, fornecimento e local de armazenamento de combustível, contratação de pessoal para manutenção, entre outros, conforme explicou a direção do campus.

O processo para a construção de uma piscina já está aberto, e junto com ele, um processo para contratação de sondagem do solo para verificar a viabilidade do projeto. Demandada pelos estudantes, a instalação da piscina está diretamente vinculada à atuação do campus, o único do país na área de recursos pesqueiros, além do desenvolvimento de atividades esportivas para as comunidades interna e externa.

Sustentabilidade e tecnologia
A climatização dos ambientes do campus, solicitada por servidores e estudantes, dependia da construção de uma subestação energia elétrica, também indicada com demanda. O campus já realizou a construção da subestação e está encaminhando a contratação de uma nova empresa para finalizar o projeto, posto que a contratada anterior não finalizou o projeto conforme estipulado.

Na busca por eficiência energética, o campus assinou no último mês a ordem de serviço para a instalação de uma usina fotovoltaica para geração de energia elétrica. O equipamento poderá suprir aproximadamente 20% do total consumido por mês, com economia prevista de R$ 5 mil por mês do recursos de custeio. A obra custará R$ 283 mil, com previsão de entrega de 18 meses, e será custeada por uma emenda parlamentar individual obtida pelo campus. Para aproveitamento de água, foi feita a manutenção das calhas para captação da água da chuva, e o sistema de armazenamento será providenciado após a conclusão da obra de reforma do ginásio, que está em andamento.

Para modernização dos equipamentos e estrutura de Tecnologia da Informação, foram adquiridos trinta computadores, 16 projetores multimídia que possibilitam o uso integrado com aparelhos celulares, licenças do Pacote Office da Microsoft, impressora 3D, foi estruturada a rede sem fio com 16 access point, foi feita adesão ao fone@rnp, com redução dos custos com ligação e a modernização do sistema Pergamum, usado nas bibliotecas.

Assistência estudantil
O aumento do valor da assistência estudantil, bem como a pontualidade dos pagamentos, ainda não foi solucionada. Conforme explicado pela Pró-reitoria de Ensino (Proen), apesar do aumento do percentual destinado na Matriz Conif, que define os percentuais para cada área conforme o previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias, e do aporte extra pela reitoria, o valor total anual para os institutos federais não recebeu aumento. O contingenciamento e atrasos na efetivação dos pagamentos também tem afetado a chegada do auxílio.

Internamente, a Proen iniciou os trabalhos de revisão da Política Interna de Assistência Estudantil do Ifes. O novo documento vai nortear as atividades da área, incluindo as orientações recentemente enviadas pelo Ministério da Educação (MEC) com uma série de recomendações apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para padronizar procedimentos técnicos. Após a conclusão da parte técnica, ocorrerão encontros para discussão com os estudantes de todos os campi para inclusão de sugestões e esclarecimentos sobre o tema.

Gestão de Pessoas
Para tratar da regulamentação da carga horária dos professores para atuação em Pesquisa e Extensão, solicitada pelos servidores, foi aprovada junto ao Conselho Superior a Resolução 18/2019, regulamentando as atividades docentes no âmbito do Ifes.

Quanto à capacitação dos servidores, o campus teve uma vaga reservada no processo seletivo do mestrado em Agroecologia ofertado pelo Campus de Alegre, no conjunto de doze asseguradas para o Ifes em 2019. A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação também informou que haverá a oferta de 50 vagas de doutorado na Universidade Federal do Norte Fluminense (UENF), nos programas de Cognição e Linguagem (30) e de Produção Vegetal (20), e 21 de mestrado do programa de Administração na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Neste momento, está sendo realizado o Levantamento de Necessidades de Capacitação (LNC) para 2020. Entre os dias 30 de setembro e 3 de outubro, todos servidores interessados em realizar capacitações no próximo ano devem acessar o Menu do Servidor no SIGRH e preencher o formulário disponível. As chefias deverão homologar e incluir outras sugestões se necessário entre os dias 4 e 7 de outubro.

O levantamento fará parte do Plano de Desenvolvimento de Pessoas (PDP) do instituto, em atendimento ao Decreto n° 9.991/2019 do Governo Federal, que dispõe sobre a Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoas da administração pública. Publicado em 29 de agosto deste ano, o documento trouxe novidades e regulamenta dispositivos da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, quanto a licenças e afastamentos para ações de desenvolvimento.

Reuniões além da prestação de contas
Conforme planejado para esta etapa da Reitoria Itinerante, depois da reunião de prestação de contas, com estudantes e servidores, a equipe da reitoria permaneceu um período adicional no campus para se reunir com os setores ou servidores que manifestaram interesse em tratar outros temas e sanar dúvidas. Essa dinâmica segue pelas próximas reuniões, que acontecerão nos campi Guarapari (26/09), Cariacica (30/09), Itapina (14/10) e Colatina (15/10). Acompanhe o cronograma.